Quinta-Feira Santa: celebrações lembram a entrega e serviço de Jesus

A Paróquia Santa Inês celebrou, nesta quinta-feira, 18de abril, a liturgia da Ceia do Senhor, que dá abertura ao Tríduo Pascal. Cerca de dois mil fiéis estiveram nas missas que foram marcadas pela reflexão do serviço e a entrega de Jesus. A celebração lembra a Instituição da Eucaristia, a Instituição do sacerdócio e o Lava Pés.

Nas duas missas celebradas na Igreja Matriz, às 17h e às 19h, foi repetido o ato do Lava Pés, feito por Jesus na última ceia. Na missa das 17h, Frei Clauzemir lavou os pés de doze crianças da catequese, enquanto na missa das 19h, Frei Daniel lavou os pés de doze membros da Renovação Carismática Católica.

A liturgia desse dia é festiva, já que lembra um dos momentos mais importantes da história do cristianismo. As leituras fazem alusão às duas páscoas: do antigo e do novo testamento, enquanto o evangelho narra o Lava Pés. Na homilia da missa das 19h, Frei Daniel lembrou aos presentes a importância de medir as palavras que são ditas, já que as mesmas podem construir ou destruir.

O celebrante lembrou ainda que Jesus purificou a humanidade não pela água, mas pelo seu sangue. Jesus, ao doar sua vida na cruz, deixou o exemplo do serviço, que é muito mais convincente do que as palavras. Frei Daniel ainda lembrou que a missão da pequenez  mas tem grande significância para Deus. “O Cristo da Cruz é o melhor exemplo de entrega: para os homens, Ele era motivo de zombaria, mas para Deus era motivo de exaltação” – completou.

Ao final da missa das 19h, a comunidade foi convidada a seguir em procissão até a sala cinco, onde a Eucaristia ficará reservada até a Vigília Pascal. Os fiéis ficaram cerca de duas horas em adoração, lembrando a agonia e o abandono de Jesus no horto das oliveiras.

Por Luiz Turati

Fotos: Luiz Turati