Festa da padroeira resgata o valor do verdadeiro tesouro da fé

“Hoje é natal de Santa Inês
Virgem a Cristo dedicada
Que hoje ao céu entrega o espírito
No próprio sangue consagrada
Santa Inês de nós lembrai
Intercedei por nós junto a Deus Pai”

​Foi com as vozes da comunidade soando como uma só, que o hino de Santa Inês ressoou pelas paredes da igreja nesta terça-feira, dia 21 de Janeiro, iniciando assim, a celebração em honra a nossa padroeira. Uma jovem que deu a vida pelo amor a Cristo e que nos inspira diariamente por sua entrega e dedicação.

Na companhia do Diácono, dos outros três Freis da Paróquia e de Frei Pedro da Silva, que atualmente trabalha no Seminário de Ituporanga, mas que já fez parte de nossa comunidade em 1999, Frei Daniel saudou a todos os moradores e visitantes, compartilhando com os presentes a história da padroeira.

​Inês era muito jovem quando teve sua experiência com Deus e decidiu abrir mão de tudo para viver intensamente seu amor por Ele. Por ser dona de uma beleza pura, chamou a atenção do filho do prefeito e este lhe ofereceu uma vida de riquezas. Mas sua resposta era sempre a mesma:

​“Sou comprometida com outro tesouro.”

​O rapaz não sabia de sua consagração a Jesus Cristo e, portanto, insistia muito na possibilidade de um romance entre os dois. A família de Inês pedia para que ela abrisse mão da fé pelos valores do mundo terreno. E nem mesmo os incansáveis apelos foram capazes de fazê-la abandonar sua fidelidade e obediência a Deus.

​Foi esta mesma fidelidade e obediência que a levou ao martírio.

​Durante a homilia, Frei Daniel relembra uma belíssima citação de Santo Ambrósio sobre Santa Inês, onde ele diz: “Ainda não preparada para o sofrimento e já madura para a vitória.”

​A jovem de 13 anos abriu mão de tudo pelo grande tesouro que é o amor incondicional a Jesus Cristo. Como disse Frei Daniel, “talvez seja estranho para quem olha com olhares deste mundo, mas quem vive esta experiência de Jesus, entende que a maior riqueza é Ele.”.

​E Santa Inês, para nós, assim como todos os outros santos, é um modelo de vida a ser seguido; verdadeira inspiração que nos mostra que Jesus é o caminho para alcançarmos o céu. Ela nos ensina a amar a Deus até o fim. E assim como ela fez, devemos procurar conhecer melhor este Pai que tanto nos ama e nos protege.

​Por fim, Frei Daniel levantou um questionamento e depois fez um pedido para a comunidade:

“A quem precisamos renunciar? Somos capazes de perder a vida; de derramar nosso sangue por Jesus Cristo, como fez Santa Inês? Ah, se todos nós fossemos corajosos como ela foi! Lutem contra vocês mesmos, contra quem mais tentar desanimá-los na caminhada. Mantenham sempre acesa a luz da fé.”

PASCOM Santa Inês.