Liturgia Diária

SÁBADO DA 4ª SEMANA - QUARESMA

Eu era como manso cordeiro levado ao sacrifício.
Leitura do Livro do Profeta Jeremias 11, 18-20
Senhor, avisaste-me e eu entendi; fizeste-me saber as intrigas deles.
Eu era como manso cordeiro levado ao sacrifício, e não sabia que tramavam contra mim: 'Vamos cortar a árvore em toda sua força, eliminá-lo do mundo dos vivos, para seu nome não ser mais lembrado. '
E tu, Senhor dos exércitos, que julgas com justiça e perscrutas os afetos do coração, concede que eu veja a vingança que tomarás contra eles, pois eu te confiei a minha causa.
Palavra do Senhor.
Senhor meu Deus, em vós procuro o meu refúgio.
Senhor meu Deus, em vós procuro o meu refúgio: / vinde salvar-me do inimigo, libertai-me!Não aconteça que agarrem minha vida / como um leão que despedaça a sua presa, / sem que ninguém venha salvar-me e libertar-me!
R.
Julgai-me, Senhor Deus, como eu mereço e segundo a inocência que há em mim!Ponde um fim à iniqüidade dos perversos, / e confirmai o vosso justo, ó Deus-justiça, / vós que sondais os nossos rins e corações.
R.
O Deus vivo é um escudo protetor, / e salva aqueles que têm reto coração. Deus é juiz, e ele julga com justiça, / mas é um Deus que ameaça cada dia.
R.
Porventura o Messias virá da Galiléia?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 7, 40-53
Naquele tempo:
Ao ouvirem as palavras de Jesus, algumas pessoas da multidão diziam: 'Este é, verdadeiramente, o Profeta. '
Outros diziam: 'Ele é o Messias'. Mas alguns objetavam: Porventura o Messias virá da Galiléia?
Não diz a Escritura que o Messias será da descendência de Davi e virá de Belém, povoado de onde era Davi?'
Assim, houve divisão no meio do povo por causa de Jesus.
Alguns queriam prendê-lo, mas ninguém pôs as mãos nele.
Então, os guardas do Templo voltaram para os sumos sacerdotes e os fariseus, e estes lhes perguntaram: 'Por que não o trouxestes?'
Os guardas responderam: 'Ninguém jamais falou como este homem. '
Então os fariseus disseram-lhes: 'Também vós vos deixastes enganar? Por acaso algum dos chefes ou dos fariseus acreditou nele?
Mas esta gente que não conhece a Lei, é maldita!'
Nicodemos, porém, um dos fariseus, aquele que se tinha encontrado com Jesus anteriormente, disse:
'Será que a nossa Lei julga alguém, antes de o ouvir e saber o que ele fez?'
Eles responderam: 'Também tu és galileu, porventura? Vai estudar e verás que da Galiléia não surge profeta. '
E cada um voltou para sua casa.
Palavra da Salvação.

SÃO PATRÍCIO, BISPO - SANTORAL

Cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu.
Leitura da Primeira Carta de São Pedro 4, 7b-11
Caríssimos:
Vivei com inteligência e vigiai, dados à oração.
Sobretudo, cultivai o amor mútuo, com todo o ardor, porque o amor cobre uma multidão de pecados.
Sede hospitaleiros uns com os outros, sem reclamações.
Como bons administradores da multiforme graça de Deus, cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu.
Se alguém tem o dom de falar, proceda como com palavras de Deus. Se alguém tem o dom do serviço, exerça-o como capacidade proporcionada por Deus, a fim de que, em todas as coisas, Deus seja glorificado, em virtude de Jesus Cristo, a quem pertencem a glória e o poder, pelos séculos dos séculos. Amém.
Palavra do Senhor.
Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!
Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!
R.
Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, / e entre os povos do universo seus prodígios!
R.
Ó família das nações, dai ao Senhor, / ó nações, dai ao Senhor poder e glória, / 8adai-lhe a glória que é devida ao seu nome!
R.
Publicai entre as nações: 'Reina o Senhor! / Ele firmou o universo inabalável, / e os povos ele julga com justiça.
R.
Deixaram tudo e O seguiram.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 5, 1-11
Naquele tempo:
Jesus estava na margem do lago de Genesaré, e a multidão apertava-se ao seu redor para ouvir a palavra de Deus.
Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago. Os pescadores haviam desembarcado e lavavam as redes.
Subindo numa das barcas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois sentou-se e, da barca, ensinava as multidões.
Quando acabou de falar, disse a Simão: 'Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca'.
Simão respondeu: 'Mestre, nós trabalhamos a noite inteira e nada pescamos. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes'.
Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam.
Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca, para que viessem ajudá-los. Eles vieram, e encheram as duas barcas, a ponto de quase afundarem.
Ao ver aquilo, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: 'Senhor, afasta-te de mim, porque sou um pecador!'
É que o espanto se apoderara de Simão e de todos os seus companheiros, por causa da pesca que acabavam de fazer.
Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão, também ficaram espantados. Jesus, porém, disse a Simão: 'Não tenhas medo! De hoje em diante tu serás pescador de homens. '
Então levaram as barcas para a margem, deixaram tudo e seguiram a Jesus.
Palavra da Salvação.