Liturgia Diária

6ª-FEIRA DA 7ª SEMANA - PÁSCOA

Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 25, 13b-21
Naqueles dias:
O rei Agripa e Berenice chegaram a Cesaréia e foram cumprimentar Festo.
Como ficassem alguns dias aí, Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo: 'Está aqui um homem que Félix deixou como prisioneiro.
Quando eu estive em Jerusalém, os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus apresentaram acusações contra ele e pediram-me que o condenasse.
Mas eu lhes respondi que os romanos não costumam entregar um homem antes que o acusado tenha sido confrontado com os acusadores e possa defender-se da acusação.
Eles vieram para cá e, no dia seguinte, sem demora, sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem.
Seus acusadores compareceram diante dele, mas não trouxeram nenhuma acusação de crimes de que eu pudesse suspeitar.
Tinham somente certas questões sobre a sua própria religião e a respeito de um certo Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo.
Eu não sabia o que fazer para averigüar o assunto. Perguntei então a Paulo se ele preferia ir a Jerusalém, para ser julgado lá.
Mas Paulo fez uma apelação para que a sua causa fosse reservada ao juízo do Augusto Imperador. Então ordenei que ficasse preso até que eu pudesse enviá-lo a César. '
Palavra do Senhor.
O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Bendize, ó minha alma, ao Senhor, / e todo o meu ser, seu santo nome!Bendize, ó minha alma, ao Senhor, / não te esqueças de nenhum de seus favores!
R.
Quanto os céus por sobre a terra se elevam, / tanto é grande o seu amor aos que o temem; quanto dista o nascente do poente, / tanto afasta para longe nossos crimes.
R.
O Senhor pôs o seu trono lá nos céus, / e abrange o mundo inteiro seu reinado. Bendizei ao Senhor Deus, seus anjos todos, / valorosos que cumpris as suas ordens.
R.
Apascenta os meus cordeiros.
Apascenta as minhas ovelhas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 21, 15-19
Jesus manifestou-se aos seus discípulos e,
depois de comerem, perguntou a Simão Pedro: 'Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes?' Pedro respondeu: 'Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo'. Jesus disse: 'Apascenta os meus cordeiros'.
E disse de novo a Pedro: 'Simão, filho de João, tu me amas?' Pedro disse: 'Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo'. Jesus disse-lhe: 'Apascenta as minhas ovelhas'.
Pela terceira vez, perguntou a Pedro: 'Simão, filho de João, tu me amas?' Pedro ficou triste, porque Jesus perguntou três vezes se ele o amava. Respondeu: 'Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo'. Jesus disse-lhe: 'Apascenta as minhas ovelhas.
Em verdade, em verdade te digo: quando eras jovem, tu te cingias e ias para onde querias. Quando fores velho, estenderás as mãos e outro te cingirá e te levará para onde não queres ir. '
Jesus disse isso, significando com que morte Pedro iria glorificar a Deus. E acrescentou : 'Segue-me'.
Palavra da Salvação.

SÃO JOÃO I, PAPA E MÁRTIR - SANTORAL

Tomaremos a refeição, eu com ele e ele comigo.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João 3, 14b. 20-22
Assim fala o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
'Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa e tomaremos a refeição, eu com ele e ele comigo.
Ao vencedor farei sentar-se comigo no meu trono, como também eu venci e estou sentado com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas'.
Palavra do Senhor.
O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
O Senhor é o pastor que me conduz; / não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes / ele me leva a descansar. / Para as águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças. / Ele me guia no caminho mais seguro, / pela honra do seu nome.
R.
Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, / nenhum mal eu temerei. / Estais comigo com bastão e com cajado, / eles me dão a segurança!
R.
Preparais à minha frente uma mesa, / bem à vista do inimigo; / com óleo vós ungis minha cabeça, / e o meu cálice transborda.
R.
Felicidade e todo bem hão de seguir-me, / por toda a minha vida; / e, na casa do Senhor, habitarei / pelos tempos infinitos.
R.
Assim como o meu Pai me confiou o Reino,
eu também vos confio o Reino.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 22, 24-30
Naquele tempo:
Houve uma discussão entre os apóstolos, sobre qual deles deveria ser considerado o maior.
Jesus, porém, lhes disse: 'Os reis das nações dominam sobre elas, e os que têm poder se fazem chamar benfeitores.
Entre vós, não deve ser assim. Pelo contrário, o maior entre vós seja como o mais novo, e o que manda, como quem está servindo.
Afinal, quem é o maior: quem está sentado à mesa, ou quem está servindo? Não é quem está sentado à mesa? Eu, porém, estou no meio de vós como aquele que serve.
Vós ficastes comigo em minhas provações.
Por isso, assim como o meu Pai me confiou o Reino, eu também vos confio o Reino.
Vós havereis de comer e beber à minha mesa no meu Reino, e sentar-vos em tronos para julgar as doze tribos de Israel'.
Palavra da Salvação.