Liturgia Diária

20º DOMINGO - TEMPO COMUM

Vinde todos comer do meu pão
e beber do vinho que misturei!
Leitura do Livro dos Provérbios 9, 1-6
A Sabedoria construiu sua casa, levantou sete colunas.
Imolou suas vítimas, misturou o vinho e preparou a sua mesa.
Enviou as empregadas para proclamarem, dos pontos mais altos da cidade:
'Quem for simples, venha a mim!' Ao ignorante ela diz:
'Vinde todos comer do meu pão e beber do vinho que misturei!
Deixai a ingenuidade e tereis vida plena! Segui o caminho do entendimento!'
Palavra do Senhor.
Provai e vede quão suave é o Senhor!
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!
R.
Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, / porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, / mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R.
Meus filhos, vinde agora e escutai-me: / vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus. Qual o homem que não ama sua vida, / procurando ser feliz todos os dias?
R.
Afasta a tua língua da maldade, / e teus lábios, de palavras mentirosas. Afasta-te do mal e faze o bem, / procura a paz e vai com ela em seu caminho.
R.
Compreendei bem qual é a vontade do Senhor.
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 5, 15-20
Sede bem atentos, irmãos, ao vosso modo de viver. Não vos mostreis insensatos, mas sede homens sensatos,
que põem a render o tempo presente, pois os dias são maus.
Não sejais portanto sem juízo, mas compreendei bem qual é a vontade do Senhor.
Não vos embriagueis com vinho, que conduz à perdição, mas sede repletos do Espírito.
Entoai juntos salmos, hinos e cânticos inspirados; cantai e celebrai o Senhor de todo o vosso coração.
Em todo tempo e a propósito de tudo rendei graças a Deus Pai em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.
Palavra do Senhor.
Minha carne é verdadeira comida
e o meu sangue, verdadeira bebida.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 6, 51-58
Naquele tempo: disse Jesus às multidões dos judeus:
'Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo'.
Os judeus discutiam entre si, dizendo: 'Como é que ele pode dar a sua carne a comer?'
Então Jesus disse: 'Em verdade, em verdade vos digo, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós.
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.
Porque a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue, verdadeira bebida.
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.
Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por causa do Pai, assim o que me come viverá por causa de mim.
Este é o pão que desceu do céu. Não é como aquele que os vossos pais comeram. Eles morreram. Aquele que come este pão viverá para sempre. '
Palavra da Salvação.

SÃO JOÃO EUDES, PRESB. - SANTORAL

Conhecer o amor de Cristo,
que ultrapassa todo o conhecimento.
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 3, 14-19
Irmãos:
Eu dobro os joelhos diante do Pai,
de quem toda e qualquer família recebe seu nome, no céu e sobre a terra.
Que ele vos conceda, segundo a riqueza da sua glória, serdes robustecidos, por seu Espírito, quanto ao homem interior,
que ele faça habitar, pela fé, Cristo em vossos corações, que estejais enraizados e fundados no amor.
Tereis assim a capacidade de compreender, com todos os santos, qual a largura, o comprimento, a altura, a profundidade,
e de conhecer o amor de Cristo, que ultrapassa todo o conhecimento, a fim de que sejais cumulados até receber toda a plenitude de Deus.
Palavra do Senhor.
Guardai-me, em paz, junto a vós, ó Senhor!
Senhor, meu coração não é orgulhoso, / nem se eleva arrogante o meu olhar; / não ando à procura de grandezas, / nem tenho pretensões ambiciosas!
R.
Fiz calar e sossegar a minha alma; / ela está em grande paz dentro de mim, / como a criança bem tranqüila, amamentada / no regaço acolhedor de sua mãe.
R.
Confia no Senhor, ó Israel, / desde agora e por toda a eternidade!
R.
Eu sou manso e humilde de coração.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 11, 25-30
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer:
'Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos.
Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso.
Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.
Palavra da Salvação.