Liturgia Diária

6ª-FEIRA DA 24ª SEMANA - TEMPO COMUM

Se Cristo não ressuscitou é vã a vossa fé.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15, 12-20
Irmãos:
Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos, como podem alguns dizer entre vós que não há ressurreição dos mortos?
Se não há ressurreição dos mortos, então Cristo não ressuscitou.
E se Cristo não ressuscitou, a nossa pregação é vã e a vossa fé é vã também.
Nesse caso, nós seríamos testemunhas mentirosas de Deus, porque teríamos atestado - contra Deus - que ele ressuscitou Cristo, quando, de fato, ele não o teria ressuscitado - se é verdade que os mortos não ressuscitam.
Pois, se os mortos não ressuscitam, então Cristo também não ressuscitou.
E se Cristo não ressuscitou, a vossa fé não tem nenhum valor e ainda estais nos vossos pecados.
Então, também os que morreram em Cristo pereceram.
Se é para esta vida que pusemos a nossa esperança em Cristo, nós somos - de todos os homens - os mais dignos de compaixão.
Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram.
Palavra do Senhor.
Ao despertar, me saciará vossa presença, ó Senhor.
Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, / escutai-me e atendei o meu clamor! / Inclinai o vosso ouvido à minha prece, / pois não existe falsidade nos meus lábios!
R.
Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, / inclinai o vosso ouvido e escutai-me!Mostrai-me vosso amor maravilhoso, / vós que salvais e libertais do inimigo / quem procura a proteção junto de vós.
R.
Protegei-me qual dos olhos a pupila / e guardai-me, à proteção de vossas asas, Mas eu verei, justificado, a vossa face / e ao despertar me saciará vossa presença.
R.
Andavam com êle várias mulheres que ajudavam a Jesus
e aos discípulos com os bens que possuíam.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8, 1-3
Naquele tempo:
Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele;
e também algumas mulheres que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios;
Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes; Susana, e várias outras mulheres que ajudavam a Jesus e aos discípulos com os bens que possuíam.
Palavra da Salvação.

SÃO MATEUS, APÓSTOLO E EVANGELISTA - SANTORAL

Foi Cristo quem instituiu alguns como apóstolos,
outros como evangelistas.
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 4, 1-7. 11-13
Irmãos:
Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes:
Com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor.
Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz.
Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados.
Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo,
um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.
Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu.
E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres.
Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo,
até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude.
Palavra do Senhor.
Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.
Os céus proclamam a glória do Senhor, / e o firmamento, a obra de suas mãos; o dia ao dia transmite esta mensagem, / a noite à noite publica esta notícia.
R.
Não são discursos nem frases ou palavras, / nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, / chega aos confins do universo a sua voz.
R.
Não vim para chamar os justos mas os pecadores.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9, 9-13
Naquele tempo:
Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: 'Segue-me!' Ele se levantou e seguiu a Jesus.
Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos.
Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: 'Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?'
Jesus ouviu a pergunta e respondeu: 'Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes.
Aprendei, pois, o que significa: `Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores'.
Palavra da Salvação.