Liturgia Diária

3ª-FEIRA DA 10ª SEMANA - TEMPO COMUM

Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo!
Maravilhosos são os vossos testemunhos, / eis por que meu coração os observa!
R.
Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina, / ela dá sabedoria aos pequeninos
R.
Abro a boca e aspiro largamente, / pois estou ávido de vossos mandamentos.
R.
Senhor, voltai-vos para mim, tende piedade, / como fazeis para os que amam vosso nome!
R.
Conforme a vossa lei firmai meus passos, / para que não domine em mim a iniquidade
R.
Libertai-me da opressão e da calúnia, / para que eu possa observar vossos preceitos!
R.
Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo, / e ensinai-me vossas leis e mandamentos!
R.
Jesus nunca foi'sim-e-não', mas somente'sim'
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 1, 18-22
Irmãos:
Eu vos asseguro, pela fidelidade de Deus: O ensinamento que vos transmitimos não é'sim-e-não'.
Pois o Filho de Deus, Jesus Cristo, que nós - a saber: eu, Silvano e Timóteo - pregamos entre vós, nunca foi'sim-e-não', mas somente'sim'.
Com efeito, é nele que todas as promessas de Deus têm o seu'sim'garantido. Por isso também, é por ele que dizemos'amém'a Deus, para a sua glória.
É Deus que nos confirma, a nós e a vós, em nossa adesão a Cristo, como também é Deus que nos ungiu.
Foi ele que nos marcou com o seu selo e nos adiantou como sinal o Espírito derramado em nossos corações.
Palavra do Senhor.
Vós sois a luz do mundo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5, 13-16
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte.
Ninguém acende uma lâmpada, e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim, num candeeiro, onde brilha para todos que estão na casa.
Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus.
Palavra da Salvação.

SÃO BARNABÉ, APÓSTOLO - SANTORAL

Barnabé era um homem bom,
cheio do Espírito Santo e de fé.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 11, 21b-26; 13, 1-3
Naqueles dias,
Muitas pessoas acreditaram no Evangelho e se converteram ao Senhor.
A notícia chegou aos ouvidos da Igreja que estava em Jerusalém. Então enviaram Barnabé até Antioquia.
Quando Barnabé chegou e viu a graça que Deus havia concedido, ficou muito alegre e exortou a todos para que permanecessem fiéis ao Senhor, com firmeza de coração.
É que ele era um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E uma grande multidão aderiu ao Senhor.
Então Barnabé partiu para Tarso, à procura de Saulo.
Tendo encontrado Saulo, levou-o a Antioquia. Passaram um ano inteiro trabalhando juntos naquela Igreja, e instruíram uma numerosa multidão. Em Antioquia os discípulos foram, pela primeira vez, chamados com o nome de cristãos.
Na igreja de Antioquia, havia profetas e doutores. Eram eles: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado junto com Herodes, e Saulo.
Um dia, enquanto celebravam a liturgia, em honra do Senhor, e jejuavam, o Espírito Santo disse: 'Separai para mim Barnabé e Saulo, a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os chamei'.
Então eles jejuaram e rezaram, impuseram as mãos sobre Barnabé e Saulo, e deixaram-nos partir.
Palavra do Senhor.
O Senhor fez conhecer seu poder salvador perante as nações.
Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / porque ele fez prodígios! / Sua mão e o seu braço forte e santo / alcançaram-lhe a vitória.
R.
O Senhor fez conhecer a salvação, / e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.
R.
Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, / alegrai-vos e exultai!
R.
Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa / e da cítara suave!Aclamai, com os clarins e as trombetas, / ao Senhor, o nosso Rei!
R.
De graça recebestes, de graça deveis dar!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 10, 7-13
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
'Em vosso caminho, anunciai: `O Reino dos Céus está próximo'.
Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!
Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos;
nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito ao seu sustento.
Em qualquer cidade ou povoado onde entrardes, informai-vos para saber quem ali seja digno. Hospedai-vos com ele até a vossa partida.
Ao entrardes numa casa, saudai-a.
Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz.
Palavra da Salvação.