Liturgia Diária

6ª-FEIRA DA 17ª SEMANA - TEMPO COMUM

Estas são as solenidades do Senhor,
nas quais convocareis santas assembléias.
Leitura do Livro do Levítico 23, 1. 4-11. 15-16. 27. 34b-37
O Senhor falou a Moisés, dizendo:
'São estas as solenidades do Senhor em que convocareis santas assembléias no devido tempo:
No dia catorze do primeiro mês, ao entardecer, é a Páscoa do Senhor.
No dia quinze do mesmo mês é a festa dos ázimos, em honra do Senhor. Durante sete dias comereis pães ázimos.
No primeiro dia tereis uma santa assembléia, não fareis nenhum trabalho servil;
oferecereis ao Senhor sacrifícios pelo fogo durante sete dias. No sétimo dia haverá uma santa assembléia, e não fareis também nenhum trabalho servil'.
O Senhor falou a Moisés, dizendo:
'Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando tiveres entrado na terra que vos darei, e tiverdes feito a colheita, levareis ao sacerdote um feixe de espigas como primeiros frutos da vossa colheita.
O sacerdote elevará este feixe de espigas diante do Senhor, para que ele vos seja favorável: e fará isto no dia seguinte ao sábado.
A partir do dia seguinte ao sábado, desde o dia em que tiverdes trazido o feixe de espigas para ser apresentado, contareis sete semanas completas.
Contareis cinqüenta dias até o dia seguinte ao sétimo sábado, e apresentareis ao Senhor uma nova oferta.
O décimo dia do sétimo mês é o dia da Expiação. Nele tereis uma santa assembléia, jejuareis e oferecereis ao Senhor um sacrifício pelo fogo.
No dia quinze deste sétimo mês, começa a festa das Tendas, que dura sete dias, em honra do Senhor.
No primeiro dia haverá uma santa assembléia e não fareis nenhum trabalho servil.
Durante sete dias oferecereis ao Senhor sacrifícios pelo fogo. No oitavo dia tereis uma santa assembléia, e oferecereis ao Senhor um sacrifício pelo fogo. É dia de reunião festiva: não fareis nenhum trabalho servil.
Estas são as solenidades do Senhor, nas quais convocareis santas assembléias para oferecer ao Senhor sacrifícios pelo fogo, holocaustos e oblações, vítimas e libações, cada qual no dia prescrito'.
Palavra do Senhor.
Exultai no Senhor nossa força.
Cantai salmos, tocai tamborim, / harpa e lira suaves tocai!Na lua nova soai a trombeta, / na lua cheia, na festa solene!
R.
Porque isto é costume em Jacó, / um preceito do Deus de Israel; uma lei que foi dada a José, quando o povo saiu do Egito.
R.
Em teu meio não exista um deus estranho / nem adores a um deus desconhecido!Porque eu sou o teu Deus e teu Senhor, que da terra do Egito te arranquei.
R.
Não é ele o filho do carpinteiro?
Então, de onde lhe vem tudo isso?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 54-58
Naquele tempo:
Dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: 'De onde lhe vem essa sabedoria e esses milagres?
Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas?
E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?'
E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: 'Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!'
E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.
Palavra da Salvação.

SANTO EUSÉBIO DE VERCELLI, BISPO - SANTORAL

Um só coração e uma só alma
Leitura dos Atos dos Apóstolos4, 32-35
A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.
Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos.
Entre eles ninguém passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas, vendiam-nas, levavam o dinheiro,
e o colocavam aos pés dos apóstolos. Depois, era distribuído conforme a necessidade de cada um.
Palavra do Senhor.
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!
Ou: Provai e vede quão suave é o Senhor!
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!
R.
Comigo engrandecei ao Senhor Deus, / exaltemos todos juntos o seu nome!Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, / e de todos os temores me livrou.
R.
Contemplai a sua face e alegrai-vos, / e vosso rosto não se cubra de vergonha!Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, / e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.
O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.
Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, / porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, / mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R.
Quem permanecer em mim, e eu
nele, produz muito fruto
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 15, 1-8
Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos:
'Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor.
Todo ramo que em mim não dá fruto ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda.
Vós já estais limpos por causa da palavra que eu vos falei.
Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim.
Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permaneceu em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
Quem não permanecer em mim, será lançado fora como um ramo e secará. Tais ramos são recolhidos, lançados no fogo e queimados.
Se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedí o que quiserdes e vós será dado.
Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.
Palavra da Salvação.