Liturgia Diária

4ª-FEIRA DA 21ª SEMANA - TEMPO COMUM

Trabalhamos dia e noite;
foi assim que vos anunciamos o evangelho de Deus.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 2, 9-13
Irmãos, certamente ainda vos lembrais dos nossos trabalhos e fadigas. Trabalhamos dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vós. Foi assim que anunciamos o evangelho de Deus.
Vós sois testemunhas, e Deus também, de quão santo, justo, irrepreensível foi o nosso proceder para convosco, os fiéis.
Bem sabeis que, como um pai a seus filhos,
nós exortamos a cada um de vós e encorajamos e insistimos, para que vos comporteis de modo digno de Deus, que vos chama ao seu reino e à sua glória.
Por isso, agradecemos a Deus sem cessar por vós terdes acolhido a pregação da palavra de Deus, não como palavra humana, mas como aquilo que de fato é: Palavra de Deus, que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé.
Palavra do Senhor.
Senhor, vós me sondais e me conheceis!
Em que lugar me ocultarei de vosso espírito? / E para onde fugirei de vossa face?Se eu subir até os céus, ali estais; / se eu descer até o abismo, estais presente.
R.
Se a aurora me emprestar as suas asas, / para eu voar e habitar no fim dos mares; mesmo lá vai me guiar a vossa mão / e segurar-me com firmeza a vossa destra.
R.
Se eu pensasse: 'A escuridão venha esconder-me / e que a luz ao meu redor se faça noite!'Mesmo as trevas para vós não são escuras, a própria noite resplandece como o dia,
R.
Sois filhos daqueles que mataram os profetas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23, 27-32
Naquele tempo, disse Jesus:
Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós sois como sepulcros caiados: por fora parecem belos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda podridão!
Assim também vós: por fora, pareceis justos diante dos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e injustiça.
Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós construís sepulcros para os profetas e enfeitais os túmulos dos justos,
e dizeis: 'Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos sido cúmplices da morte dos profetas'.
Com isso, confessais que sois filhos daqueles que mataram os profetas.
Completai, pois, a medida de vossos pais!'
Palavra da Salvação.

SANTO AGOSTINHO, BISPO E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL

Foi Deus quem nos amou primeiro.
Leitura da Primeira Carta de São João 4, 7-16
Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus.
Quem não ama, não chegou a conhecer Deus, pois Deus é amor.
Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele.
Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de reparação pelos nossos pecados.
Caríssimos, se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros.
Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco e seu amor é plenamente realizado entre nós.
A prova de que permanecemos com ele, e ele conosco, é que ele nos deu o seu Espírito.
E nós vimos, e damos testemunho, que o Pai enviou o seu Filho como Salvador do mundo.
Todo aquele que proclama que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece com ele, e ele com Deus.
E nós conhecemos o amor que Deus tem para conosco, e acreditamos nele. Deus é amor: quem permanece no amor, permanece com Deus, e Deus permanece com ele.
Palavra do Senhor.
Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!
Como um jovem poderá ter vida pura? / Observando, ó Senhor, vossa palavra.
R.
De todo o coração eu vos procuro, / não deixeis que eu abandone a vossa lei!
R.
Conservei no coração vossas palavras, / a fim de eu não peque contra vós.
R.
Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; / os vossos mandamentos ensinai-me!
R.
Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero / os decretos que ditou a vossa boca.
R.
Seguindo vossa lei me rejubilo / muito mais do que em todas as riquezas.
R.
O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 23, 8-12
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
'Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos.
Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus.
Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo.
Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.
Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado'.
Palavra da Salvação.