Liturgia Diária

SÁBADO DA 32ª SEMANA - TEMPO COMUM

O mar Vermelho tornou-se caminho desimpedido
por onde passaram como cordeiros saltando de alegria.
Leitura do Livro da Sabedoria 18, 14-16; 19, 6-9
Quando um tranqüilo silêncio envolvia todas as coisas e a noite chegava ao meio de seu curso,
a tua palavra onipotente, vinda do alto do céu, do seu trono real, precipitou-se, como guerreiro impiedoso, no meio de uma terra condenada ao extermínio; como espada afiada, levava teu decreto irrevogável;
defendendo-se, encheu tudo de morte e, mesmo estando sobre a terra, ela atingia o céu.
Então, a criação inteira, obediente às tuas ordens, foi de novo remodelada em cada espécie de seres, para que teus filhos fossem preservados de todo perigo.
Apareceu a nuvem para dar sombra ao acampamento, e a terra enxuta surgiu onde antes era água: o mar Vermelho tornou-se caminho desimpedido, e as ondas violentas se transformaram em campo verdejante,
por onde passaram, como um só povo, os que eram protegidos por tua mão, contemplando coisas assombrosas.
Como cavalos soltos na pastagem e como cordeiros, correndo aos saltos, glorificaram-te a ti, Senhor, seu libertador.
Palavra do Senhor.
Lembrai sempre as maravilhas do Senhor!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Cantai, entoai salmos para ele, / publicai todas as suas maravilhas!Gloriai-vos em seu nome que é santo, / exulte o coração que busca a Deus!
R.
Matou na própria terra os primogênitos, / a fina flor de sua força varonil. Fez sair com ouro e prata o povo eleito, / nenhum doente se encontrava em suas tribos.
R.
Ele lembrou-se de seu santo juramento, / que fizera a Abraão, seu servidor. Fez sair com grande júbilo o seu povo, / e seus eleitos, entre gritos de alegria.
R.
Deus fará justiça aos seus
escolhidos que gritam por ele.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 18, 1-8
Naquele tempo:
Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo:
'Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum.
Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: `Faze-me justiça contra o meu adversário!'
Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: 'Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum.
Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha a agredir-me!''
E o Senhor acrescentou: 'Escutai o que diz este juiz injusto.
E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar?
Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?'
Palavra da Salvação.

SANTA GERTRUDES, VIRGEM - SANTORAL

Reparte o teu pão com o faminto.
Leitura do Livro do Profeta Isaías 58, 6-11
Assim fala o Senhor:
'O jejum que prefiro, acaso, não é outro: - quebrar as cadeias injustas, desligar as amarras do jugo, tornar livres os que estão detidos, enfim, romper todo tipo de sujeição?
Não é repartir o pão com o faminto, acolher em casa os pobres e peregrinos? Quando encontrares um nu, cobre-o, e não desprezes a tua carne.
Então, brilhará tua luz como a aurora e tua saúde há de recuperar-se mais depressa; à frente caminhará tua justiça e a glória do Senhor te seguirá.
Então invocarás o Senhor e ele te atenderá, pedirás socorro, e ele dirá: 'Eis-me aqui'. Se destruíres teus instrumentos de opressão, e deixares os hábitos autoritários e a linguagem maldosa;
se acolheres de coração aberto o indigente e prestares todo socorro ao necessitado, nascerá nas trevas a tua luz e tua vida obscura será como o meio-dia.
O Senhor te conduzirá sempre e saciará tua sede na aridez da vida, e renovará o vigor do teu corpo; serás como um jardim bem regado, como uma fonte de águas que jamais secarão'.
Palavra do Senhor.
É feliz quem respeita o Senhor!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Feliz o homem que respeita o Senhor / e que ama com carinho a sua lei!Sua descendência será forte sobre a terra, / abençoada a geração dos homens retos!
R.
Haverá glória e riqueza em sua casa, / e permanece para sempre o bem que fez. Ele é correto, generoso e compassivo, / como luz brilha nas trevas para os justos.
R.
Feliz o homem caridoso e prestativo, / que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, / sua lembrança permanece eternamente! Ele não teme receber notícias más.
R.
Confiando em Deus, seu coração está seguro. Seu coração está tranqüilo e nada teme, / e confusos há de ver seus inimigos.
R.
Ele reparte com os pobres os seus bens, / permanece para sempre o bem que fez, / e crescerão a sua glória e seu pode
R.
Ninguém tem maior amor do que
aquele que dá a vida pelos amigos
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 15, 9-17
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor.
Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor.
Eu eu vos disse isto, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena.
Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei.
Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos.
Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.
Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá.
Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros.
Palavra da Salvação.