Liturgia Diária

31º DOMINGO - TEMPO COMUM

Abandonastes o caminho e fostes para muitos
pedra de tropeço na observância da lei.
Leitura da Profecia de Malaquias 1, 14b - 2, 2b. 8-10
Eu sou o grande rei, diz o Senhor dos exércitos, e o meu nome é terrível entre as nações.
E agora este mandamento para vós, ó sacerdotes.
Se não quiserdes ouvir e tomar a peito glorificar o meu nome, diz o Senhor dos exércitos, lançarei sobre vós a maldição.
Vós, porém, vos afastastes do reto caminho e fostes para muitos, na observância da lei, pedra de tropeço; quebrastes o pacto de Levi, diz o Senhor dos exércitos;
e eu também vos fiz desprezíveis e vos rebaixei aos olhos de todos os povos, na medida em que não guardastes meus caminhos e praticastes discriminação de pessoas no serviço da lei.
Acaso não é um só o pai de todos nós? Acaso não fomos criados por um único Deus? Então, por que cada um de nós é desonesto com seu irmão, violando o pacto de nossos pais?
Palavra do Senhor.
Guardai-me, ó Senhor, convosco, em vossa paz!
Senhor, meu coração não é orgulhoso, / nem se eleva arrogante o meu olhar; / não ando à procura de grandezas, / nem tenho pretensões ambiciosas!
R.
Fiz calar e sossegar a minha alma; / ela está em grande paz dentro de mim, / como a criança bem tranqüila, amamentada / no regaço acolhedor de sua mãe.
R.
Confia no Senhor, ó Israel, / desde agora e por toda a eternidade!
R.
Desejávamos dar-vos não somente o evangelho
de Deus, mas até a própria vida.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 2, 7b-9. 13
Irmãos:
Foi com muita ternura que nos apresentamos a vós, como uma mãe que acalenta os seus filhinhos.
Tanto bem vos queríamos, que desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus, mas até a própria vida; a tal ponto chegou a nossa afeição por vós.
Irmãos, certamente ainda vos lembrais dos nossos trabalhos e fadigas. Trabalhamos dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vós. Foi assim que anunciamos o evangelho de Deus.
Por isso, agradecemos a Deus sem cessar por vós terdes acolhido a pregação da palavra de Deus, não como palavra humana, mas como aquilo que de fato é: Palavra de Deus, que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé.
Palavra do Senhor.
Eles falam mas não praticam.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 23, 1-12
Naquele tempo:
Jesus falou às multidões e a seus discípulos:
'Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés.
Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam.
Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas;
Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre.
Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos.
Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus.
Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo.
Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.
Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado. '
Palavra da Salvação.

TODOS OS SANTOS - SANTORAL

Vi uma multidão imensa de gente de todas
as nações, tribos, povos e línguas.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João 7, 2-4. 9-14
Eu, João,
vi um outro anjo, que subia do lado onde nasce o sol. Ele trazia a marca do Deus vivo e gritava, em alta voz, aos quatro anjos que tinham recebido o poder de danificar a terra e o mar, dizendo-lhes:
'Não façais mal à terra, nem ao mar nem às arvores, até que tenhamos marcado na fronte os servos do nosso Deus'.
Ouvi então o número dos que tinham sido marcados: eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel.
Depois disso, vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão.
Todos proclamavam com voz forte: 'A salvação pertence ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro'.
Todos os anjos estavam de pé, em volta do trono e dos Anciãos e dos quatro Seres vivos e prostravam-se, com o rosto por terra, diante do trono. E adoravam a Deus, dizendo:
'Amém. O louvor, a glória e a sabedoria, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus para sempre. Amém'
E um dos Anciãos falou comigo e perguntou: 'Quem são esses vestidos com roupas brancas? De onde vieram?'
Eu respondi: 'Tu é que sabes, meu senhor'. E então ele me disse: 'Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro'.
Palavra do Senhor.
É assim a geração dos que procuram o Senhor!
Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, / o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, / e sobre as águas a mantém inabalável.
R.
'Quem subirá até o monte do Senhor, / quem ficará em sua santa habitação?''Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.
R.
Sobre este desce a bênção do Senhor / e a recompensa de seu Deus e Salvador'. 'É assim a geração dos que o procuram, / e do Deus de Israel buscam a face'.
R.

Veremos Deus tal como é.
Leitura da Primeira Carta de São João 3, 1-3
Caríssimos,
vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai.
Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é.
Todo o que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.
Palavra do Senhor.

Bem-aventurados os pobres em espírito.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5, 1-12a
Naquele tempo:
Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se,
e Jesus começou a ensiná-los:
'Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim.
Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.
Palavra da Salvação.